Mensagem:

A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.

The mind that opens to a new idea never returns to its original size.

Albert Einstein

.><((((º>.><((((º>.><((((º>..><((((º>.><((((º>.><((((º>.
Quando vamos até o fundo do mar, descobrimos que ali jamais poderíamos viver sozinhos.
Então levamos mais alguém.E esta pessoa, chamada de dupla, companheiro ou simplesmente amigo, passa a ser importante para nós.Porque, além de poder salvar nossa vida, passa a compartilhar tudo que vimos e sentimos.E em duplas, passamos a ter equipes, e estas passam a ser cada vez maiores e mais unidas.

E assim entendemos que somos todos velhos amigos mesmo que não nos conheçamos.E esse elo que nos une é maior que todos os outros que já encontramos.E isso faz com que nós mais do que amigos, sejamos irmãos.Faz de nós, mergulhadores.

( Jacques Yves Cousteau)
.><((((º>.><((((º>.><((((º>.><((((º>.><((((º>.><((((º>.

Vídeos: MAR e Oceanos (movimente com (setas para baixo e PGDN)

Loading...

Cristina Zunino

(Andando no BLOG (setas para baixo e PGDN)

O BLOG do mergulhador é a total dedicação ao mergulhador, as notícias, os eventos, aos mergulhos e opniões dos mergulhadores.

Levando os oceanos, mares e a vida marinha até você.

Um trabalho feito ao que nós amamos.

Um BLOG , sem fins lucrativos com o objetivo de desenvolver, divulgar, promover e incentivar atividades no mergulho que possibilitem a conservação do meio ambiente e dos recursos naturais.

The BLOG is dedicated to the diver, news, events, to dives and opinions of the divers, taking the oceans, seas and marine life to you.
A work we love.
Diver's blog is a nonprofit blog with the goal of developing, disseminating, and encouraging activities in the diver world allowing the conservation of the environment and natural resources.
Cristina Zunino
PADI-Nr.0712035737 - AOWD

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Nuno Sá: "Segredos do mar são quase uma obsessão"

Nuno Sá: "Segredos do mar são quase uma obsessão"
© Nuno Sá/Natures Best Photography
Seguir uma paixão. Foi assim que Nuno Sá se tornou um dos melhores fotógrafos do mundo especializado em vida marinha selvagem. Já arrecadou vários prémios internacionais e recentemente foi distinguido nos dois maiores concursos de fotografia da natureza do mundo. Numa breve entrevista ao Boas Notícias, Nuno Sá, nascido no Canadá em 1977 e atualmente residente nos Açores, explica o que o fez trocar o curso de Direito pelo mar.

Como conseguiu as fotos agora distinguidas em Londres e nos Estados Unidos?
Curiosamente ambas as imagens foram obtidas num mesmo mergulho ao largo da Ilha do Faial. O tubarão azul é um predador oceânico que regra geral se encontra em zonas de mar aberto e bastante longe da costa. Neste mergulho encontrávamo-nos no monte submarino Condor situado a 8 milhas da costa da Ilha do Faial e onde o fundo marinho sobe abruptamente dos mais de 1000m de profundidade até aos cerca de 200m. É, de facto, uma experiência incrível estar de rodeado de tubarões, no azul, e sem fundo à vista.

O que pensa que as fez distinguir entre as outras fotos que concorreram?
Para mim, pessoalmente, o tubarão azul é a espécie de tubarão mais apelativa que existe nos Oceanos. A sua forma esguia que o torna um dos peixes mais rápidos dos mares, aliados às suas grandes barbatanas peitorais é uma obra-prima da natureza em termos de elegância, velocidade e mobilidade.

Qual a importância destas distinções (Wildlife Photographer of the Year e Natures Best Photography)?
O Wildlife Photographer of the Year é sem dúvida "O" prémio por excelência que todos os fotógrafos de natureza do mundo aspiram um dia alcançar. Desde o ano de 2008, quando me tornei o primeiro português a ser premiado neste concurso, já fui nomeado em vários outros importantes concursos internacionais, mas confesso que o meu objetivo máximo sempre foi voltar a ser nomeado no Wildlife Photographer of the Year. O concurso Natures Best Photography - Winland Smith Rice Internacional Awards tem para mim grande importância tanto pelo facto de ter sido o vencedor final da categoria "Oceanos" como pelo facto de esta imagem estar patente num dos maiores museus do mundo - o Smithsonian.

É gratificante ter trabalho exposto no London Natural History Museum e no Smithsonian Natural History Museum (EUA)?
É uma coincidência incrível e um feito que muito dificilmente irei suplantar ao longo da minha carreira o facto de ter duas imagens expostas em dois dos maiores Museus de Historia Natural a nível mundial.

Que trabalhos está a desenvolver neste momento?
De momento estou envolvido em vários projetos para a promoção dos Açores como um destino de mergulho e de natureza de excelência. Os Açores são sem dúvida o meu local de trabalho preferido e com um enorme potencial para actividade que exerço.

Quais são os desafios que enfrenta na sua carreira de fotógrafo da natureza?
Sinceramente já tive missões e objetivos muito difíceis de concretizar.
Fotografar as focas monge (lobo marinho) nas ilhas Desertas foi talvez das missões mais difíceis de realizar já que implicou 22 dias nestas Ilhas remotas e muita logística (garrafas de ar comprimido, material de mergulho, material de fotografia, água, alimentos etc...). Mas é claro que quando mais difícil e raro o objetivo a concretizar mais interessantes e estimulantes se tornam as experiencias.

O que o fez trocar o curso de Direito pela fotografia da natureza?
O Mar. O meu primeiro contacto com o mundo subaquático deu-se bastante tarde quando tirei o meu 1º curso de mergulho, já como estudante de Direito. Ao longo dos anos fui-me apercebendo que conhecer os segredos do nosso mar ocupava cada vez mais o meu imaginário e os meus sonhos tornando-se quase uma obsessão. Cada vez mais me imaginava nos locais mágicos que via nas revistas e o sonho de me tornar um fotógrafo de natureza nascia… sem nunca ter pegado numa máquina fotográfica. A grande mudança deu-se quando visitei e me apaixonei pelos Açores (e a sua extraordinária vida marinha) onde vivo agora há mais de nove anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SOU Baby no MERGULHO começando agora ....

Perguntas e Respostas: Sou baby no mergulho

Fotografia SUB

Good TIMES

Preservando o MAR

Divirta-se

Laje de Santos ILV preservar!

Pacific Ocean Expedition - Daniel Botelho

Marcelo Krause e Kurt Amsler

72 metros -Carol Schrappe 2010

Adair Ribeiro Corveta V17

Naufrágio-Corveta ipiranga V17

Daniel Botelho

Daniel Botelho
Daniel Botelho

David Doubilet

David Doubilet
David Doubilet

FILMES :Mares e Oceanos

01- Mergulho Radical 2: o recife
02- Sharkwatwer
03- Imensidão Azul (1988)
04- A Esfera
05- O Fundo do Mar
06- O Mundo do silêncio (1956)
07- The Cave
08- O segredo do abismo
09- Expedições Fluviais
10- A Odisseia de Jacques Cousteau
11- A marcha dos pinguins
12- Homens de honra
13- Coleção Blue Planet
14- Coleção PLaneta Terra
15- A Ilha dos Golfinhos
16- Expedicao Brasil Oceanico
17- Tubarão
18- TITANIC da NATGEO
19- Um tesouro de amor (Fool’s Gold)
20- Lost City Raiders
21- Mergulho Fatal (2009)
22- Mar de fogo
23- Ocean Men
24- Sea Hunt (aventura submarina)
25-
The Greater Meaning of Water